Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Reflexões de Final de Ano

Faltando 72 dias para o final deste 2009 tão confuso e agitado. Começamos hj a fazer estas reflexões, para terminá-lo de maneira mais consciente dando espaço para que 2010 chegue com o "campo" aberto.

Vou usar um guia: o livro "As Cartas do Caminho Sagrado" de Jamie Sans, Ed Rocco. O livro é uma coletânea de pensamentos e tradições de várias tribos indígenas norte americanas ( de quem a autora descende). Escolhi este guia entre tantos outros com que convivo (I Ching, Tarô, Astrologia, etc..) pela certeza de que as tradições dos nativos de lá, são mais próximas da nossa essência cultural. O livro, além do texto muito interessante, vem acompanhado de 44 cartas que podem ser usadas como um oráculo.

Chamo a atenção de vcs para algo que há anos tento fazer com que as pessoas entendam: oráculos são apenas uma ponte entre o consciente e o incosciente, como os sonhos. São usados não como instrumentos mágicos, mas como facilitadores na descoberta daquilo que já sabemos, mas não registramos na correria dos dias e na tentativa de compreender o mundo enlouquecido à nossa volta. Não vou me estender aqui na explicação de toda simbologia, coisa para cursos longos... mas vou extrair de cada carta as reflexões para o dia a dia d todos nós. Então, vamos lá:


Carta 1 - O Cachimbo


A carta do cachimbo simboliza a união do masculino e do feminino, remete aos conceitos de Yin e Yang da filosofia chinesa, o belo e o feio, o sábio e o ignorante, o orgulho e a humildade. Ela nos lembra que cada um de nós te m dentro de si todos os ingredientes que constroem o mundo e que cabe a nós saber usa-los. Usar estes potenciais de forma equilibrada, nos dá a "receita" da paz, que vem do respeito primeiro por si mesmo e depois ao outro. Cultivar em si a paz, é o primeiro passo para a paz mundial. Quem já não sentiu a felicidade e o bem estar que é estar com uma pessoa amorosa, que sempre traz um sorriso no rosto e uma palavra de carinho? Todos se aglutinam à sua volta, querem sua presença, contagiam-se com o seu astral. Mas, também já convivemos com gente amarga, violenta, ou apenas tivemos que ouvir aquele sujeito que decide buzinar em pleno congestionamento como se isso fosse fazer o trânsito andar... Qual deles vc quer ser? O que quer semear para sua vida e para aqueles que ama? Uma grande atmosfera de harmonia, ou um barulho dissonante e ensurdecedor. Pense...

Um comentário:

  1. Hummm, blog cheio de personalidade. Parabéns! Continue sim. Bjs Camila

    ResponderExcluir