Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

As Eleições Presidenciais estão chegando

As eleições presidenciais estão chegando.

Se você está satisfeito com os dados apresentados pelas últimas pesquisas, que bom!

Eu não estou.

Aliás, não consigo entender o que está acontecendo.

Hipóteses são inúmeras, vão desde erros a fraudes. De estratégias de marketing à necessidade de se dar tempo ao horário eleitoral.

Sim, num país tão grande, o horário eleitoral na TV e no rádio especialmente, leva informação a todos os recantos do país.

Mas, informações tem que ser analisadas, interpretadas. E como se faz isto em um país de analfabetos e analfabetos funcionais.

E mais ainda!  Como fazer isso sem uma base de conhecimento, sem conhecimento da história.

Quem viveu os anos 80, 90, sabe bem do que estou falando.

Tínhamos uma inflação na faixa dos 40% ao mês, estocava-se alimentos para proteger-se contra a hipeinflação que atormentava o país.

Até que finalmente, em 94, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) na época Ministro da Fazenda, assessorado por uma audaciosa e competente equipe de economistas e colaboradores, lançou o Plano Real.

Para quem não viveu aquela época, é difícil imaginar a loucura em que estávamos.

Ainda havia outro problema a ultrapassar. Devíamos ao FMI, mas o dinheiro emprestado foi pago até 2000.

O país começou a estabilizar-se. Houve polêmicas hoje sabidamente infundadas, como a privatização da Vale do Rio Doce, hoje uma das maiores empresas privadas brasileiras.

Hoje, também nem todos se lembram o que foi ter um país, onde os medicamentos eram caríssimos e de domínio dos laboratórios multinacionais. Só sabem que preferem os genéricos.

Na saúde, especialmente em São Paulo, todos que um dia precisaram usar o serviço público podem falar do quanto hoje, após a criação das AMAS e das AMEs a coisa melhorou!
As mães de baixa renda também elogiam o Mãe Paulistana que dá acompanhamento na gestação, no parto e no puerpério.
E o que dizer do sucesso absoluto e internacional do programa de combate à AIDS?
Estes programas criados por José Serra (PSDB) e sua equipe, são sucessos indiscutíveis.

Poderíamos ficar aqui enumerando muitas outras coisas, inclusive sobre a boa sensação que FHC nos dava ao se relacionar com governantes de outras nações.

Daí em diante, dar continuidade à estabilidade e credibilidade do país foi muito mais simples. Fácil? claro que não! Mas bem melhor que administrar o caos!

Acho que é responsabilidade de todos dividir e divulgar as informações que possui, mesmo quando são poucas como as minhas.

E isto se faz na família, no trabalho, na escola...

É uma questão de transferência simples, não militância, convencimento.

Porque eu realmente acredito que está havendo uma grande confusão cognitiva. Um ruído de comunicação.

A informação mais importante que temos que insistir para que todos compreendam é a seguinte:

LULA, não é candidato.

Obrigada pela sua atenção.

Um comentário:

  1. Meus parabéns pelo texto! Apoiado!

    Um grande abraço!

    Leonardo

    ResponderExcluir